Cura


Nada adiantará ao homem descobrir a cura para suas mazelas, se ele simplesmente deixar esta descoberta no campo do conhecimento – o fato de saber, não mudará a sua vida.
Nenhuma esfera da medicina atribui ao simples conhecer a resposta para a cura. É necessário ao doente: saber qual a sua enfermidade, encontrar o medicamento devido e aplicá-lo em sua vida.
Nossa vida como um todo, segue o mesmo caminho para alcançarmos a tão esperada cura: 1)identificarmos nosso (s) problema(s), 2) encontrarmos a resposta e 3) aplicá-la em nossas vidas! Além deste princípios, é necessário mais dois ingredientes: fé e obediência! Acreditar, pois a fé nos faz:
- Viver aquilo que consideramos impossível – “para Deus tudo é possível”. Mt. 19:26
- Ter nossas vidas preservadas - “Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma”. Hb10.39
Deus fará grandes coisas acontecerem em nosso meio, mas apenas naqueles que crerem e obedecerem – “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra”.Is 1:19
O inimigo de nossas almas fará de tudo para que desanimemos, desistamos do processo restaurador de Deus para nós - “Vós corríeis bem; quem vos impediu de continuardes a obedecer à verdade?” 5.7 .
Consagre hoje: a tua vontade e tua motivação ao Senhor e não haverá impedimento algum para que a cura de Deus brote no seu interior sem detenção!

Pr. Marco Antônio

Cura interior

Quando falamos sobre cura interior , falamos sobre cura da ALMA. Nós não somos o que gostaríamos de ser. Durante estes estudos descobriremos várias verdades em nossa vida que precisam ser encaradas e enfrentadas. O Espírito Santo é o Espírito da verdade, ele nos revela quem nós realmente somos, e qual a cura que precisamos. Tudo que Deus revelar durante este tempo, falhas de caráter, pessoas que você magoou, pecados encobertos, etc. anote. Seja sincero com você mesmo, conheça a verdade e a verdade te libertará. Jo 8:32 A cura está na Palavra de Deus. Devemos ter fé e não subestimar o poder de Deus. Ele pode mudar tudo, Ele pode curar. Querido hoje há um convite para você. Encare a si mesmo. Não fuja de si, primeiro por ser impossível, segundo por ser o caminho para a sua cura e terceiro, porque Deus, através de Jesus, já levou sobre si, todas as nossas dores. Aleluia!!!
Pr. Eri Nunes

Temperamentos controlados

O temperamento é o conjunto básico de nosso ser; é a combinação de diferentes características, as quais inconscientemente, controlam nosso procedimento. Devido à diferença dos temperamentos, as pessoas poderão ter reações ou comportamentos diferentes perante a mesma situação. Conhecer nosso próprio temperamento é fundamental para que possamos buscar uma canalização positiva  de nossas atitudes advindas do temperamento e o fortalecimento das nossas qualidades. As pessoas podem ser classificadas em quatro grupos de temperamentos: SANGUÍNEO, MELANCÓLICO, COLÉRICO e FLEUMÁTICO. SANGUÍNEO Qualidades – Comunicativo, destacado, entusiasta, afável, simpático, bom companheiro, compreensivo, crédulo. Defeitos – Volúvel, indisciplinado, impulsivo, inseguro, egocêntrico, barulhento, exagerado,  medroso. MELANCÓLICO Qualidades – Habilidoso, minucioso, sensível, perfeccionista, esteta, idealista, leal, dedicado. Defeitos – Egoísta, amuado, pessimista, teórico, confuso, anti-social, crítico, vingativo, inflexível. COLÉRICO Qualidades – Enérgico, resoluto, independente, otimista, prático, eficiente, decidido, líder, audacioso. Defeitos – Iracundo, sarcástico, impaciente, prepotente, intolerante, vaidoso, auto-suficiente, insensível, astucioso. FLEUMÁTICO Qualidades – Calmo, tranqüilo, cumpridor de deveres, eficiente, conservador, pratico, líder, diplomata, bem-humorado. Defeitos – Calculista, temeroso, indeciso, contemplativo em excesso, desconfiado, pretensioso, introvertido, desmotivado, não perseverante. Porque devemos buscar uma canalização positiva  de nossas atitudes advindas do temperamento, se não podemos mudá-lo? Realmente não podemos mudá-lo, mas quando os identificamos temos como desenvolver mais nossas qualidades e nos policiar ante os defeitos, pois são exatamente os defeitos e fraquezas, que o Espírito Santo quer transformar em virtudes, pois nossas falhas de temperamento nos levam a pecar e entristecê-Lo. (Texto adaptado do Livro: Temperamentos Controlados pelo Espírito Santo de Tim LaHaye) Pr. Eri Nunes
Pr. Eri Nunes

Auto-avaliação e desafio para ser curado

“...levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo.” I Co 10:5 Quanto erramos quando agimos pelo ímpeto! Machucamos pessoas, nos consideramos falhos. A decepção em errar é muito grande. Apesar de vermos as pessoas brincarem com a expressão: “ Herrar é umano”, sabemos que podemos ser pessoas melhores. O problema é quando tornamos estes momentos freqüentes em nossas vidas. A palavra pesada, o olhar condenador, o sabor amargo da derrota pelas expectativas não alcançadas, tudo isto se entulha em nossas almas, sendo necessário ativar mecanismos de defesa em nosso organismo. O que fazer quando receber uma palavra dura? Uma afronta? Quando a pressão parecer esmagar sua alma? Quando não mais encontrar saída? Podemos lidar com situações assim de duas formas: 1ª ) De acordo com nossos pressupostos – Aquilo que consideramos fazer justiça ás nossas questões. O perigo é que acabamos desejando “pagar na mesma moeda”. “Olho por olho, e o mundo acabará cego!”(M. Ghandi) 2ª) De acordo com os parâmetros bíblicos de justiça, acerto, responsabilidade e domínio próprio. A idéia aqui parece ser dolorosa a princípio, mas isto trará cura e libertação de todo sentimento egoísta e prejudicial às nossas vidas. O poder de Deus é liberado quando tomamos a decisão de deixar seu Santo Espírito controlar e direcionar nossa mente e coração ao centro de sua vontade. Os desejos legítimos da alma são supridos por uma fonte inesgotável de amor, poder e paz, fazendo com que independente de quaisquer circunstâncias tenhamos vida abundante! Nossa mente guarda segredos, dores, anseios que nenhum ser humano conhece. Em muitos instantes somos bombardeados por pensamentos e sentimentos que até mesmo rejeitamos, não o desejamos, mas não temos como apagá-los pois fazem parte de nossa história, mas em Cristo podemos impedir que cada um deles traga de volta a dor, o erro e angústia que nos acometeram. Hoje: - Reconheça suas feridas, defesas e responsabilidades – cada momento tem o seu peso, o seu fardo, mas que precisa ser tratado sem inversão dos papéis. O agressor não é vítima, nem a vítima é o agressor. - Experimente Jesus levando sobre si essas feridas - Receba o perdão, a libertação e o tratamento de Deus através do Espírito Santo. Há cura para o teu coração: Esta cura está em Jesus! Deus te abençoe!

Pr. Marco Antônio

Comunhão apostólica

A Bíblia relata a história de homens e mulheres que enfrentaram dificuldades interpessoais – mas que as superaram por adquirirem uma convicção do propósito de Deus para as suas vidas

Pensemos: O que pode dar consistência a um grupo distinto – personalidades tão diferentes, desejos conflituosos – senão o Espírito de Deus? O fato dos apóstolos terem sido escolhidos pelo próprio Jesus não fez o relacionamento destes homens se tornar mais fácil.

Mesmo no meio destas pessoas, houve espaço para intrigas, ciúmes, interesses egoístas.

Por que isto acontece? Porque existe no coração humano:

  1. Complexo de superioridade;

  2. Nepotismo;

  3. Visão distorcida das situações;

  4. Sentimento de indignação diante da atitude do outro;

  5. Visão distorcida do Reino de Deus.

Mas qual a resposta bíblica para um proceder fundamentado no amor e na vontade de Deus?

  1. Atitude de servidão a Deus e ao Próximo;

  2. Busca do exemplo de Cristo como paradigma para nossa conduta moral, espiritual e relacional.

Após o evento que envolveu os irmãos Tiago e João e os demais apóstolos, eles cresceram entendendo que o Reino de Deus era muito maior que meras aspirações pessoais. Eles se tornaram grandes em autoridade, comunhão e obras. Eles aprenderam que apenas um reino unido pode subsistir. Eis que temos por felizes os que perseveraram firmes. Tendes ouvido da paciência de Jó e vistes que fim o Senhor lhe deu; porque o Senhor é cheio de terna misericórdia e compassivo. Guardemos firmes, pois esta confissão. Que o Senhor cure e restaure nossos relacionamentos! Deus nos abençoe!

Pr. Marco Antônio

Amor - a chave para relacionamentos saudáveis

Em uma das pastorais anteriores, o Pr. Eri disse que o alvo destes estudos é descobrir várias verdades em nossa vida que precisam ser encaradas e enfrentadas. Pensando nisso, o que te impede de experimentar a vida plenamente? De onde vêm as dificuldades de relacionamentos, os conflitos e carências do nosso coração? Vêm da ausência de amor. No texto de I Jo 4:7-13, João vai nos apresentar que todas as nossas dificuldades de relacionamento começam porque desconhecemos o verdadeiro amor. João vai defender a idéia de que Deus é amor e se nós O conhecêssemos genuinamente seríamos capazes de revelar esse amor de maneira prática àqueles que estão à nossa volta. Descobriremos que não conhecendo a natureza de Deus, seremos limitados em nossos relacionamentos e não seremos canais de benção na vida de outros.

Educadora Cristã Elenice Dias